Cinesul começa nesta terça-feira com 23 brasileiros na competição

em

Um panorama da recente cinematografia dos países latinos e ibero-americanos chega às telas cariocas entre 14 e 26 de junho no 18º Cinesul – Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo. Serão 230 produções de vários países, sendo 74 participantes nas categorias competitivas de ficção e de documentário, divididas em 18 longas e 56 curtas e médias-metragens.

Com entrada franca, o festival acontece no Centro Cultural do Banco do Brasil, Centro Cultural Correios, Cinemateca do MAM, Centro de Visitantes do Jardim Botânico e Ponto Cine. Haverá ainda exibição de filmes em estações do Metrô. O patrocínio é do Banco do Brasil e dos Correios.

Entre os longas brasileiros que participam da competitiva estão “Curitiba Zero Grau”, de Eloi Pires Ferreira, em ficção; “Malditos Cartunistas”, de Daniel Paiva e Daniel Garcia e “Os representantes”, de Felipe Lacerda em documentário. Na categoria curta e média-metragem de ficção concorrem nove filmes e na de documentário estão 11 produções nacionais. Outras produções nacionais serão exibidas nas mostras paralelas como “Palcos e Telas”, “Foco Espanha”, “Bossas Musicais”, “Cinesul Animado”, “Cinesul Ambiental” e “ Cinesul Fantástico”, uma das novidades desse ano que trará produções que vão da ficção científica aos cine horror.

Os filmes selecionados:

Competitiva longas ficção

De mayor quiero ser soldado, de Christian Molina- Espanha/Itália
El Último Comandante, de Isabel Martínez e Vicente Ferraz – Costa Rica/ Brasil
Aballay, el hombre sin miedo, de Fernando Spiner – Argentina
Naufrágio, de Pedro Aguilera- Espanha
Curitiba Zero Grau, de Eloi Pires Ferreira – Brasil
Lisanka, de Daniel Díaz Torres – Cuba
Pompeya, de Tamae Garateguy – Argentina
Los Papeles de Aspern, de Mariana Hellmund – Venezuela/USA
Vaho, de Alejandro Gerber Bicecci- México

Competitiva longas documentário

Malditos Cartunistas, de Daniel Paiva e Daniel Garcia – Brasil
La deriva dulce de un niño haitiano, de Pedro Ruiz – Canadá/Venezuela
Os representantes, de Felipe Lacerda – Brasil
Cuidadores, de Oskar Tejedor – Espanha
Abuelos, de Carla Valencia Dávila -Equador/Chile
Luz Teimosa, de Luís Alves de Matos – Portugal
REHJE, de Anais Huerta e Raul Cuesta – México
Eso que anda, de Ian Padrón – Cuba
Claudia, de Marcel Gonnet Wainmayer -Argentina

Competitiva de curta e média-metragem de ficção

Um animal menor, de Pedro Harres e Marcos Contreras – Brasil
Homem-Ave, de Rafael Saar -Brasil
Traz outro amigo também, de Frederico Cabral – Brasil
A cidade e o desejo nº 5, de Gabriel Bitar – Brasil
Vecino, de Argenis Mills – Cuba
Cachoeira, de Sergio José de Andrade – Brasil
Los minutos, las horas, de Janaina Marques Ribeiro – Cuba/ Brasil
Eu não quero voltar sozinho, de Daniel Ribeiro – Brasil
Sombras nada más, de Max Valverde – Costa Rica
Hidden Soldier, de Alejandro Suárez Lozano – Espanha
Lost (Perdido), de Alberto Dorado – Espanha
Teclópolis, de Javier Mrad – Argentina
Sambatown, de Cadu Macedo – Brasil
Como pez en el água, de Jimena Montemayor – México
Las ovejas pueden pastar seguras, de Néstor Sampieri – México
Tempestade, de Cesar Cabral – Brasil
Paraíso Terrenal, de Tomás Welss – Chile
Un Nuevo Baile, de Nicolás Lasnibat – Chile
Mosca Volando, de Santiago Quintans – Uruguai
Nawuin, de José Márquez Y Miguel Alvarado – Venezuela
Nos vamos de este maldito barrio, de Marc Monje – Espanha
(Ab)Outtime, de Carmelo Viera – Espanha
Ámár, de Isabel Herguer – Espanha
Scratch, de Fred Luz – Brasil
Copia “A” ,de Gervasio Rodriguez Traverso e Pablo Alberto Díaz – Argentina
Bandoneón, de Aldo Plouganou Salazar – México
Te Vas?, de Cristina Molino -Espanha
Competitiva de curta e média-metragem de documentário
O gigante do papelão, de Barbara Tavares – Brasil
19º Sur, 65º Oeste, de Juan David Soto Taborda – Cuba
Retrato de la ausência, de Camila Rodríguez Triana – Colômbia
Fado Vadio, de Pedro Abib – Portugal/Brasil
A dama do Peixoto, de Douglas Soares e Allan Ribeiro – Brasil
Alumia, de Andrea Ferraz e Carol Vergolino – Brasil
Taba, de Marcos Pimentel – Brasil
Tierra Fumigada, de Antonio Palomares e Mar Sánchez Pravia – Espanha
La madrecita, de Miryam Pedrero de Aristizábal – Espanha
Testigos de un etnocidio: memorias de resistência, de Marta Rodríguez – Colombia
Mistura, el poder de la cocina, de Patricia Perez – Peru
O vermelho de selarón, de Rafael Bacelar e Rodolfo Gomes – Brasil
Babás, de Consuelo Lins – Brasil
Angeli 24h, de Beth Formaggini – Brasil
Na trilha do bonde, de Virginia Flores – Brasil
Kinopoéticas, de Katari Kamina e Pedro Dantas – Bolívia/Brasil
Tercer tiempo, de Andres Dunayevich e Claudio Bertinet – Argentina
Zé[S], de Piu Gomes – Brasil
Sin ti contigo, de Tuki Jencquel – Venezuela
Gorditas para el muertito, de Edin Alain Martínez Aguirre – México
Puños bravos, la disciplina, de Samuel Muñoz Gómez – México
Satélite Bolinha, de Bruno Vianna – Brasil
Detrás del muro, de Eleonora Menutti – Argentina
Distancias, de Lina Badenes & Violeta Ronzoni- Cuba/Espanha
Carinhanha: Um Rio Do Grande Sertão, de Dêniston Diamantino – Brasil
Padre Motard, de Neni Glock – Portugal
Paquita y todo lo demas, de David Moncasi – Espanha
Defensora, de Aitor de Miguel – Espanha/Colômbia
Ajila, de Miguel Guédez – Venezuela

Quando e onde?

Cinesul – Festival Ibero-Americano de Cinema e Vídeo
De 14 a 26 de junho – Entrada franca
Locais:
CCBB – Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Centro Cultural Correios – Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro
Cinemateca do Museu de Arte Moderna – Av Infante Dom Henrique 85 – Parque do Flamengo
Ponto Cine – Estrada do Camboatá, 2300 – Guadalupe
Centro de Visitantes do Jardim Botânico – Rua Jardim Botânico, 1008 – Jardim Botânico
Estações do Metrô

fonte: http://www.planetatela.com.br/new.php?new_id=990

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s